Presidente Kennedy decreta Situação de Emergência


O município de Presidente Kennedy decretou hoje situação de emergência. O motivo: o desabastecimento por conta da greve dos caminhoneiros, que entra eu seu décimo dia e começa a provocar a falta, principalmente, de combustível para a frota da prefeitura.

O decreto estabelece que as reservas de combustível existentes hoje nos veículos da prefeitura deverão ser garantidas para as ambulâncias, UTI’s móveis e os demais ligados à Secretaria Municipal de Saúde e utilizados para transporte de pacientes.

Está suspensa também a utilização dos veículos das demais secretarias, como a de Agricultura e Obras. O objetivo é garantir que os serviços essenciais de saúde referentes a urgência, emergência e Estratégia de Saúde da Família. Com isso, os serviços ofertados que dependem de maquinário estão suspensos. As obras no município também estão paralisadas.

Essa semana, as aulas na rede pública municipal de ensino aconteceram normalmente. A Secretaria Municipal de Educação avalia, entretanto, a necessidade de antecipar o recesso do mês de julho para a primeira semana do mês de junho, caso a situação nos postos de combustíveis não esteja normalizada a partir de segunda-feira (4).

A entrega de cestas básicas feita pela Secretaria Municipal de Assistência Social foi concluída com êxito. No entanto, dois itens ficaram faltando – carne seca e fubá – e virão em dobro na próxima entrega, prevista para o final do mês de junho.

A prefeitura vai continuar monitorando a situação para saber se outras medidas precisarão ser tomadas. Enquanto a greve continuar, o Decreto de Emergência estará em vigor.

Comente com seu Facebook!