Anchieta Criativa e Empreendedora: equipe avalia programa e prefeito nomeia comissões

0
46
Prefeito destacou os avanços no município com as iniciativas já executadas.

Encontro serviu para apresentar e avaliar as iniciativas já executadas pela administração que vêm fomentando o empreendedorismo na cidade. Novas comissões foram nomeadas para acompanhar projetos.

Anchieta Criativa e Empreendedora: equipe avalia programa e prefeito nomeia comissões

O prefeito de Anchieta, Fabrício Petri, reuniu na amanhã de hoje (25) secretários, gerentes e servidores para avaliarem e apresentar as novas comissões do Programa Anchieta Criativa e Empreendedora. O programa, lançado em 2017, conta com 10 projetos e diversas ações, que estão ajudando o município a superar a crise financeira ocorrida com a paralisação da Samarco Mineração.

No encontro, Petri apresentou dados do projeto e as justificativas de sua criação, além de avaliar as ações já executadas. “Em 2017, quando assumimos, a economia de Anchieta apresentava um cenário desanimador. Vimos que precisava mudar esse quadro a fim de fomentar a renda dos moradores, gerar emprego e estimular o desenvolvimento da cidade”, explica o prefeito.

Prefeito destacou os avanços no município com as iniciativas já executadas.

O programa é composto por 10 projetos voltados especificamente para a promoção do desenvolvimento do município. Entre os projetos integrantes estão aqueles que visam à atração de novas empresas, a promoção da inclusão social, o aumento da arrecadação, a desburocratização dos processos administrativos, a inserção da disciplina empreendedorismo nas escolas da rede municipal, entre outros.

Na prática, o município conseguiu desenvolver diversas ações, entre elas, criar leis para estimular o empreendedorismo, gerar novas fontes de emprego, desburocratizar o serviço público e implantar ações de fomento a geração de renda.

O secretário de Desenvolvimento, Marcos Kneip, apresentou dados das ações já executadas e as ações que estão em andamento. Em seguida, o prefeito apresentou as novas comissões, que irão apresentar novas propostas até o final de maio.

De acordo com o prefeito, a meta é buscar novos caminhos e ampliar o horizonte de oportunidades para a população de Anchieta, assim, promover o desenvolvimento de forma sustentável. “Não estamos inventando a roda, apenas criando mecanismo para explorar o que temos de melhor por meio de parceria e participação social”, disse.

O programa é composto pelos seguintes projetos: Incentivar, Anchieta mais Fácil, Anchieta Amiga do Idoso, Criarte, Educação Empreendedora, Quatro Estações, Empreender, Mais Receita, Anchieta em Rede e Anchieta mais Verde. Cada projeto possui uma comissão, responsável pela criação e execução de iniciativas.

 

Confira algumas ações já executadas pelo programa:

  1. – Desburocratização do setor de construção civil com redução de prazos de aprovação de projetos;
  2. – Desburocratização da emissão de alvarás de microempreendedores, emitindo Alvará para Microempreendedor com atividades classificadas como de Baixo grau de risco em minutos;
  3. – Aumento na concessão de microcrédito (R$ 1.400.000,00) com baixa inadimplência batendo recorde no Espírito Santo em parceria com o BANDES (Prêmio: Ouro Elite)
  4. – Reestruturação do setor de Gestão de Recursos com aumentos significativos na captação de recursos, (R$ 2.771.910,00 em 2017 – R$ 14.840.416,52 em 2018) para realização de investimentos, aquisições de equipamentos e outros;
  5. – Inclusão da disciplina ‘Matemática Financeira e Empreendedorismo’ no currículo das escolas municipais de ensino integral;
  6. – Aplicação do JEPP – Jovens Empreendedores Jovens Empreendedores Primeiros Passos em parceria com o Sebrae em escola do município;
  7. – Recadastramento imobiliário e revisão da planta genérica de valores;
  8. – Revisão dos royalties de petróleo e ICMS;
  9. – Reforma da Lei Geral, gerando incentivos fiscais para o micro e pequeno empresário;
  10. – Fortalecimento da diversificação da matriz econômica do município com surgimento de novos negócios;
  11. – Parceria com CDL para divulgação do selo “SOU DAQUI – COMPRO AQUI” visando fortalecimento do comércio local;
  12. – Diminuição da informalidade com a formalização de novos empreendedores;
  13. – Desenvolvimento e lançamento do Aplicativo “ANCHIETA EM REDE”, que já conta com 460 empreendedores cadastrados e mais de 1000 downloads;
  14. – Licitação do parque urbano com recursos de compensação ambiental para incremento do turismo sustentável e empreendorismo;
  15. – Capacitação dos servidores de diversas secretarias para aplicação dos novos fluxos e procedimentos no processo de desburocratização;
  16. – Criação e reforma de leis específicas para o desenvolvimento dos projetos (Incubadora, Rua Viva, Desburocratização, etc.).
  17. – Estabilização na geração de empregos, tendo um saldo positivo do início da gestão até os dias atuais de 162 empregos (IBGE/CAGED/SET/18),
  18. – Criação de 300 (trezentos) novos microempreendedores.
  19. – Criação da Lei Municipal nº 1.297/2018, que determina as empresas prestadoras de serviço, instaladas no município, a contratarem no mínimo 70%, nas vagas de emprego, moradores do município;
  20. – Taxa zero para microempreendedor de Anchieta;
  21. – Adesão ao SIMPLIFICA ES, que é uma ferramenta que faz a integração entre os dados cadastrais da Receita Federal do Brasil e os diversos órgãos Estaduais e Municipais que participam do processo de abertura, alteração e baixa de empresas e as disponibiliza na rede mundial de computadores – Internet em um ambiente integrado, interativo e de fácil acesso;
  22. Desburocratização do cadastro de ambulantes com 100% das vagas destinadas aos anchietenses;
  23. – Construção do Espaço DiverCidade para realização de feiras e eventos mistos;
  24. – Realização da Feira do Empreendedor de Anchieta, que promove o empreendedorismo e os empreendedores.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here