Categorias
Geral

Delegado investiga sequestro de advogada que ocupa secretaria na prefeitura de Marataízes

renato-barcelos-perim
Delegado de Marataízes Renato Barcelos Perim – Foto Marcos Kito

Através de NOTA a Polícia Civil informou que o delegado Renato Barcelos Perim, responsável pelo caso disse que o sequestro aconteceu no último dia 14 (quinta-feira), por volta das 17 horas, quando a vítima, Vanda Bitencourt saia do trabalho na prefeitura de Marataízes onde ocupava o cargo de secretária de meio ambiente.

Ela foi vendada e levada para a localidade de Lagoa Funda. Os dois suspeitos do crime exigiram resgate, que foi pago e eles fugiram em uma moto. Houve disparos no local. A Polícia Civil já realizou perícia no veículo da vítima e solicitou imagens de videomonitoramento na cidade. O caso segue sob investigação e não serão divulgados mais detalhes para não atrapalhar o trabalho policial.

O sequestro ganhou repercussão no Estado e foi noticiado com destaque no A Tribuna, o maior jornal do Estado. A Secretaria de Estado de Segurança Pública (SESP) foi acionada pela prefeitura municipal pedindo empenho nas investigações.

Confira a matéria que saiu no Jornal A Tribuna de Domingo (17).

A Polícia Civil investiga o sequestro da secretária de Meio Ambiente de Marataízes, Vanda Bitencourt, rendida por dois homens na saída da prefeitura. Ela ficou em poder de dois bandidos por cerca de seis horas. Nesse período, ela foi ameaçada e agredida com coronhadas.

O crime ocorreu por volta de 17 horas de quinta-feira, mas o caso só chegou ao conhecimento público ontem. Por meio da assessoria de imprensa, o delegado Renato Barcelos Perim, disse que a vítima teve os olhos vendados e foi levada para a localidade de Lagoa Funda.

O delegado disse ainda que os dois suspeitos exigiram resgate, que foi pago. Depois eles fugiram numa moto. Ele não informou o valor cobrado, mas fontes ouvidas pela reportagem garantem que o valor foi de R$ 50 mil.
Ainda, segundo essas fontes, Vanda teria pedido ajuda ao presidente da Câmara Municipal de Marataízes, Willian de Souza Duarte. Ele negociou com os criminosos. Disse que não tinha esse dinheiro em casa, mas que poderia conseguir R$ 20 mil.

Os criminosos, a princípio, concordaram. Porém, no local marcado, por volta de 23 horas de quinta-feira, os bandidos teriam atirado contra o vereador, que fugiu pulando um barranco.

Depois, os bandidos fugiram numa moto. Passado algum tempo, o vereador se aproximou do carro e achou a secretária trancada dentro do porta-malas.

Depois de socorrê-la, Willian deixou a mulher em sua casa e foi embora. A reportagem tentou contato ontem com o vereador, mas o telefone deu caixa postal.

A Polícia Civil, informou ainda, que já realizou perícia no veículo da vítima e solicitou imagens de videomonitoramento da cidade. Ressaltou que o caso segue sob investigação e que não serão divulgados mais detalhes para não atrapalhar o trabalho policial.

Segundo o tio de Vanda, Adílio Bitencourt, ontem foi aniversário da secretária. “Estamos comemorando o renascimento dela. O importante é sua vida e que a polícia faça o papel dela, que é investigar”, ressaltou. Adílio não entrou em detalhes sobre o crime, disse que está sob sigilo.

A prefeitura informou que comunicou oficialmente o fato à Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp) pedindo empenho nas investigações e que prestou assistência à secretária, conduzindo-a até a delegacia para depoimento e ao Serviço Médico Legal (SML) de Cachoeiro para exame de corpo delito. Não informou detalhes sobre o que ocorreu.

10 respostas em “Delegado investiga sequestro de advogada que ocupa secretaria na prefeitura de Marataízes”

Que coisa mais estranha.Um vereador com 20 mil disponível nessa maior crise com banco já fechado.
Moro em Lagoa Funda e ninguém sabe de tiros no local.
Que estória estranha, bem como o tal edil que nada faz pelo bairro e que nunca vemos a fuça por lá.

Zulmira,
Com todo respeito.
Não é hora de colocarmos a política no meio. Trata-se de um crime sério, onde deveremos agradecer o vereador pela coragem e eficiência.
Deveria receber uma moção de aplausos na Câmara.
#willlianherói#

hahaha… vai enganar outro, apesar q a prefeitura de marataizes contratou a liga da justiça, o batman como secretario, conhecido como: Gilbert Wagner Antunes Lopes vulgo wagnho. piada isso né kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk…

Nossa gente o Dr. DELEGADO não sabe ainda que não existe mais VIDEOMONITORAMENTO em Marataízes. Buscar imagem aonde Doutor. Aqui não é Itapemirim. Tem mais de ano que não existe mais.

hahaha… ainda tem o poir. O Dr Jander adora manter os “laranjas” do Secretario Lugão que roubam pra ele que são Giovanni Silva Ramos e o Edson de Araujo Marques Junior, vulgo Fofo pedofilo. Os fiscais do diabo. KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

para com isso vilsimar… vc e o poderoso chefão. cheio de marra, mas sua casa vai cair. todo mundo sabe que vc fica ai cozinhando galo em agua morna pra ver se sobra um ossinho. agora vc vem aqui colocando comentarios. todo mundo sabe que isso e estrategia sua pra mandar essas pessoas embora da prefeitura. vc ta gerando esses comentario contra essas pessoas pra depois vc levar no prefeito pra manda-las embora. sai dai vilsimar, eu ja te conheço seu mane. arruma outra palhaço… cuidado com a gaeco heim…

Não gente! Isso não! O Gedson é uma pessoa muito Boa e incapaz de fazer mal a qualquer pessoa. Eu não acredito que ele teve a coragem de contratar 2 homens para sequestrar a Dra Wanda. Isso é absurdo. Nunca ouvi dizer que o Gedson ou qualquer pessoa de sua família tenha cometido algum tipo de crime.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *