Início Notícias Polí­tica Eleitos defendem prisão perpétua e redução da maioridade penal

Eleitos defendem prisão perpétua e redução da maioridade penal

Um dia depois de serem confirmados nas urnas como representantes dos capixabas na Assembleia Legislativa e no Congresso Nacional, delegados, policiais militares e um instrutor da Swat (unidade de polícia especializada americana) eleitos saíram em defesa de propostas para enfrentar a criminalidade.

Marcos do Val (PSL) é instrutor da Swat desde 2000. (Foto: Beto Morais/AT )

Prisão perpétua, redução da maioridade penal, investimentos em tecnologia para apuração de crimes, concurso público, abertura de mais delegacias, formação diferenciada para policiais militares e civis, porte de arma para quem atender requisitos básicos são alguns dos exemplos.

No Congresso, três novos parlamentares têm propostas voltadas para a segurança, algumas consideradas polêmicas. O instrutor da Swat Marcos Do Val, por exemplo, vai defender no Senado a prisão perpétua para quem comete crimes hediondos.

Do Val também pretende propor um projeto para criar uma única academia de polícia para quem estiver ingressando na carreira.

- publicidade -
parceria – bruna-giu-doce-mania-15-10-2018-iniciado
oba restaurante 6 meses
Banner cobertura de eventos
senarp
ellomais – promocao 09/2018
Açai do Carioca
Pi 29980
vandinho lanches

Mas ele destacou que no seu primeiro ano de mandato irá priorizar a liberação de recursos para serem aplicados em segurança pública, no programa Estado Presente do governo de Renato Casagrande (PSB).

Já o delegado e professor universitário Fabiano Contarato, que também foi eleito senador, defende a reforma do Código Penal e do Código Brasileiro de Trânsito, endurecendo as penas.

Na Assembleia Legislativa foram eleitos cinco deputados ligados à segurança, entre eles os delegados Danilo Bahiense e Lorenzo Pazolini.

Bahiense vai lutar por investimentos, especialmente na Polícia Civil, incluindo equipamentos tecnológicos para a perícia, o que ajudará na elucidação de crimes.

Ele também quer ampliar o número de delegacias, inclusive propor a reativação daquelas que foram fechadas, a exemplo de São Torquato, em Vila Velha.

O militar da reserva Lucínio Castelo de Assumção, o capitão Assumção, eleito deputado estadual, defende anistia administrativa para policiais que participaram da greve da PM. Ele também é favorável à prisão perpétua para crimes hediondos e redução da maioridade penal, entre outras propostas.

Fonte: Tribuna Online

 

Leia também:

Comente com seu Facebook!

Pi 029980
Terra Academia
Oito ervas campanha 2018
Banner Innovar
ITA 21-02 a 21-08
Via sul Telecon
unisa
WINDEX 12 MESES
cdtec