Categorias
Cidades

Mosquitos tiram o sossego de moradores em Marataízes

Mosquitos têm incomodado com mais frequência moradores de Marataízes, no Litoral Sul do Espírito Santo, e uma foto registrada nesta segunda-feira (24) surpreende: veja na imagem a quantidade de mosquitos recolhidos em apenas um cômodo da residência da moradora Anadete Pompermaier, de 60 anos.

Ela contou que essa quantidade estava dentro de um coletor que funciona com uma lâmpada de led para atrair e matar os insetos e que já havia limpado no sábado (22), ou seja, esse volume de mosquito foi recolhido em apenas duas noites.

Dona Anadete disse que o mais assustador é que o coletor fica dentro do quarto que também tem tela na janela para evitar a entrada dos mosquitos. “Eu moro no Centro, próximo à Câmara Municipal e tem muito mosquito mesmo. Estou fechando a casa às 14h, e mesmo assim eles continuam entrando. Tem dia que a parede branca fica preta, de tanto mosquito.”

E onde tem mosquitos, com certeza tem o medo de dengue. Em Marataízes, este ano, são 449 casos notificados, 162 confirmados e 67 aguardando resultado. A cidade também registrou dois casos de chikungunya confirmados e um está aguardando o resultado. “Tenho vizinhos que já pegaram e outros que estão com dengue”, disse Anadete.

Outra preocupação é em relação ao fumacê, que parece não dar conta da quantidade de mosquitos. “Quando o carro passa, a gente é orientado a abrir a casa para que a fumaça entre e mate o mosquito, mas a sensação é que entra ainda mais. Já gastei muito inseticida de supermercado para tentar amenizar.”

A professora Sara Stefany, que mora no bairro Arraias, contou que dá aulas à noite e que não consegue abrir a janela. “Está insuportável, não são poucos. Está impressionante essa situação. Quem anda pelo comércio já percebe a grande saída de inseticida nas prateleiras.”

Segundo o coordenador da Vigilância Ambiental da cidade, Francisco Duarte, as atividades de fumacê nos bairros devem ser solicitadas via protocolo ou contato telefônico com a secretaria de Saúde pelo telefone (28) 3532-1876.

Ainda de acordo com a prefeitura, no momento, as equipes de agentes de endemias estão focadas no combate ao mosquito da dengue com uma força-tarefa nos bairros, em parceria com os agentes de saúde, intensificando as visitas. A próxima ação da força tarefa será na Barra de Itapemirim, de 25 a 28 de junho.

Na cidade, há um número para denúncia de focos de dengue: (28) 99912-5181, disponível de segunda a sexta-feira, das 8h às 16h.

Fonte: Gazeta online

2 respostas em “Mosquitos tiram o sossego de moradores em Marataízes”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *